29/07/2015

Eleanor & Park - Opinião


Título: Eleanor & Park (Eleanor & Park)
Autor(a): Rainbow Rowell
Género: Romance; Ficção Infantil
Editora: Edições Chá das Cinco
Sinopse: Dois Inadaptados. Um Amor extraordinário.
Eleanor é uma miúda nova na escola, vinda de outra cidade. A sua vida familiar é um caos; sendo roliça e ruiva, e com a sua forma estranha de vestir, atrai a atenção de todos em seu redor, nem sempre pelos melhores motivos.
Park... é um rapaz meio coreano. Não é propriamente popular, mas vestido de negro e sempre isolado nos seus fones e livros, conseguiu tornar-se invisível. Tudo começa a mudar quando Park aceita que Eleanor se sente ao seu lado no autocarro da escola.
A princípio nem se quer se falam, mas pouco a pouco nasce uma genuína relação de amizade e cumplicidade que mudará as suas vidas. E contra o mundo, o amor aparece. Porque o amor é um super poder.


Confesso que quando vi no site da Saída de Emergência que iam lançar este livro, não fiquei muito curiosa. Acho que li algo que não era a sinopse e o bichinho não ficou cá. Também nunca tinha lido um livro de Rainbow Rowell e só tinha ouvido falar de Fangirl. 
Os meses foram passando, encontrava este livro em várias contas do Instagram e as opiniões eram bastante positivas. Acabei a ler a sinopse com mais atenção e a comprar o livro.

Tenho a dizer que não me arrependo nem um bocadinho de o ter feito. Adorei a história e a escrita, super fácil e rápida de ler.
Adorei o modo como a relação entre as duas personagens se foi construindo e os temas abordados no livro.

Em 336 páginas, Rainbow Rowell conta-nos uma história da vida real com a qual nos podemos identificar, rimos e até podemos chorar se formos demasiado sensíveis no que toca a este tema.

É triste quando nos apercebemos que aquilo que a autora relata acontece mesmo e que pessoas como Eleanor não são devidamente apoiadas pela família. É triste ver que a mãe dela está tão presa àquele homem, que nada faz para se proteger, e pouco faz para proteger os filhos. Não há ali ninguém que se chegue à frente e faça algo para melhorar a vida daquela família. E assim sendo, quando não há mais nada a fazer a não ser fugir, Eleanor não pensa duas vezes e deixa tudo para trás, Park incluído. E como doeu aquela despedida.

Quando cheguei ao final do livro, contentei-me em pensar que o postal possa ter evoluído para uma carta e que um dia mais tarde, eles possam voltar a encontrar-se e ficar juntos. Depois de tudo o que passaram, era mais que merecido.


3 comentários :

  1. Só 3,5 estrelas?? Estava à espera que desses mais...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enganei-meeee! Meti uma estrela a menos! :o

      Eliminar
  2. Ahhhhhhhhh! Estava a achar muito estranho! Assim faz mais sentindo :)

    ResponderEliminar

Back to Top